O antigo diário, arquivado, desactivado...

Quarta-feira, 27 de Agosto de 2008

Há muito tempo que tenho uma grande fobia : Aicmofobia . É o medo de agulhas e afins. No meu caso não é bem medo, não gosto, faz-me impressão... Só de imaginar arrepia...

 

Por esta razão, já faz MUITO tempo que não faço análises (obrigatórias na empresa onde trabalho). Ir ao dentista para mim é um martírio, mas como as agulhas são mais pequenas, tolero melhor. Apesar de sofrer um bocado porque só quero levar anestesia uma vez...

-Está a doer?

-Ão, ão, ada...

Nada o caraças!! Mas aguenta senão levas mais uma pica!

 

Mas tenho que ultrapassar este medo, preciso de fazer análises (antes que me despeçam).

E qual será a melhor maneira?

 

Ora o M, um grande amigo meu, começou a retocar uma das muitas tatuagens que ele tem num estúdio em que ele conhece o tatuador. Daqueles pequenos, quase de bairro, em que a publicidade é feita de boca em boca, mas com muito boas condições.

 

Já tenho na ideia fazer uma tatuagem, mas estamos no verão e não convém apanhar sol numa tatuagem recente...

 

Então do que foi que me lembrei? Um piercing!! Vocês devem pensar que eu estou maluco! Um gajo de 33 anos agora deu-lhe para furar a língua! E com razão...

 

Eu acho que tinha que provar a mim mesmo que era capaz. Capaz de (ainda) ser maluco, e capaz de vencer os medos.

PROVAS SUPERADAS!!

Tinha que ser na língua porque fica mais ou menos escondido. Onde trabalho não acho que faça parte do dressing code um pierce no sobrolho ou nariz...

Então ontem lá fomos nós, o M e eu, tratar do assunto. Eu fui o primeiro para ficar logo despachado. Não custou nada : o piercer pôs anestesia (em spray, claro!), eu fechei os olhos, "Respira fundo!", uma picada na língua (dói menos que uma mordidela) e já está!

Eis-me com um buraco na língua! Sem espigas!!

Agora só tenho a língua um bocadinho inchada mas isso é normal. Com gelo passa...

A seguir vem a tatuagem, lá mais para o Inverno .

Acham que esta maluquice passa ou já não há melhoras??

sinto-me: de lingua furada...
publicado por Tenrinho às 11:23
link do post | comentar | ver comentários (24) | | | favorito

Quarta-feira, 6 de Agosto de 2008

Moro num prédio com oito andares, três apartamentos por andar. Isto faz um total de 24 vizinhos. Claro que só conheço meia-dúzia, os que vão à reunião dos condóminios.

 

Quando fui morar para lá, tinha um vizinho no andar de baixo que quase não se dava por ele. Houve só uma vez que deu uma festa, mas chegou às 10 da noite e acabou tudo. Espectáculo!

 

O senhor foi-se embora e, entretanto, um casal jovem comprou a casa.

 

Ora como casal jovem que são, demonstram o seu "carinho" de uma maneira efusiva. Isto é AOS GRITOS!!!

 

Não pensem que passam a vida a discutir, antes pelo contrário!

 

Por volta da meia-noite, começa-se a ouvir umas pancadas ritmadas na parede, intervaladas pelos gritos, ao princípio baixos, da rapariga. Depois, tudo aumenta de volume e intensidade e junta-se ao coro o rapaz com o mesmo ritmo das pancadas.

 

O final é só o coro sem a bateria...

 

"E qual é o problema?", perguntam vocês. Nenhum... O acto nem demora muito tempo (10 minutos, na melhor das hipóteses...), mas incomoda um bocado o barulho. É que eles têm a janela aberta e eu também. É como estar ouvir um filme porno de amor em stereo. Ainda incomoda mais se eu e a S. estivermos no mesmo acto. É que me dá uma vontade enorme de rir os "AH, AH, AH, AHIIII, AHIII, AH( e termina, quando termina, com AHAHAHAHAAHH)" dela e os "UH, UH, UUUUUH, (e termina com um ÕÕNNNN)" dele. Já para não falar da rapidez do acto em si...

 

O que devo fazer?? O meu cunhado deu-me a ideia de, quando eles estiverem a fazer o Amor, incentivar com palmas e gritos de "DÁ-LHE!! DÁ-LHE AGORA!! BOA!!". Já estive mais longe de fazer isso mesmo...

Será que escrevo um papel a dizer para utilizarem as almofadas como silenciador, ou tentar comprar uns tapetes e uns cortinados mais grossos (sempre abafa mais o som...). E será que devo, já agora, dar umas dicas ao rapaz para ele tentar dar prazer à rapariga e por mais tempo?

 

O que fazer??

 

 

sinto-me: um bocado confuso
publicado por Tenrinho às 11:54
link do post | comentar | ver comentários (8) | | | favorito

Terça-feira, 5 de Agosto de 2008

Quero pedir desculpas a todos os que passam por aqui por não ter actualizado o meu blog.


Tenho estado sem cabeça para nada. Sem paciência, sem vontade e sem tempo. Nem para escrever, nem para mim, nem para a S., para nada...


Deve ser falta de férias ( só em Setembro... )


Agradeço que continuem a aparecer e a comentar.


P.S. : Que tal o novo aspecto da xafarica?

 

 

sinto-me: nem bem nem mal...
publicado por Tenrinho às 10:51
link do post | comentar | ver comentários (2) | | | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Agosto 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
28
29
30

31


últ. comentários
Muito obrigado!
Sejas benvido e boa sorte para o teu futuro!
Realmente o texto é muito bom.Beijinhos e boa sema...
O blog vai continuar, só muda de endereço. O resto...
Ooooooooohhhhhhhhhhhhhhh, mas eu quero a continuaç...
Já me tinham passado esse desafio. Vou responder a...
Por vezes é preciso acalmar para ganhar balanço.Be...
Tens um desafio no meu blog, passa por lá.Bjs
A tua passagem de ano, foi muito identica a minha....
Vou tentar responder...Abraços.
subscrever feeds

blogs SAPO


Universidade de Aveiro